[Review] Comentando o Episódio 9×04 – “Slumber Party” de Supernatural

Notícias
sábado, 02 novembro 2013 822 Views 3 Comments
[Review] Comentando o Episódio 9×04 – “Slumber Party” de Supernatural
Confesso que sempre fico apreensivo com episódios “Filler”, ainda mais de séries que tanto gosto e que estão em momentos decisivos como Supernatural e ao ver o video promo do episódio 9×04- Slumber party (Festa do Pijama) não foi diferente.
Mas receios a parte, o episódio surpreendeu e mostrou que mesmo em momentos Fillers, a produção mostrar-se digna dessas quebras de ritmo, mantendo o nível com momentos de humor e descontração que sempre estiveram presentes nos ingredientes da série.
As cenas iniciais nos transportam à era dos homens das letras em 1935, remetendo de imediato ao Vovô paterno Henry Winchester, que conhecemos no épico episódio 8×12- As Time Goes By a respeito dos homens das letras.

Lá encontramos 2 homens das letras: O veterano James Haggerty (Gildart Jackson) e o entusiasmado Peter Jenkins (Andrew Jenkins) que fazem plantão para qualquer ocorrência sobrenatural que possam estar prontos a detectar.
Somente após 6 meses são surpreendidos pela visita de Dorothy, filha do famoso escritor das fabulas de Oz, que nada menos é do que uma caçadora (!) que busca ajuda para acabar com a Bruxa Malvada do Oeste (Maya Massar) aparentemente imune a morte.
 
Infelizmente, enquanto estudam um método de matar a Bruxa, a mesma se solta e domina Jenkins e este enfeitiçado, ataca seu companheiro que em auto-defesa, acaba por tirar a vida do jovem letrado.
Mas a bruxa é encurralada por Dorothy em um feitiço de sangue que as prende em um recipiente.
 

 

Dorothy, interpretada por Kaniehtiio Horn merece um destaque a parte pela altivez, coragem e conhecimento de causa em ser Hunter que representa com louvor nas habilidades, no sarcasmo e também sua certa insensibilidade (característica peculiar de caçadores) ao retratar o próprio pai como uma espécie de nerd amante da fantasia.
Afinal, em um período em que mulheres jamais seriam comparadas com homens em quaisquer quesito, ela se mostra uma Hunter e tanto!
Apesar da ansiedade pela continuidade da conversa entre Dean e Cass que somos obrigados a esperar para saber, ao menos menciona-se a situação para que nossas unhas sobrevivam até o momento oportuno.
Sam afirma não compreender o fato de Cass não ter ficado na Batcaverna já que trata-se do lugar mais apropriado e Dean, não tão bom mentiroso, afirma ter sido decisão do próprio anjo…
Ao tentar encontrar um meio de ajudar Castiel, Sam seguiu uma extensão de fios que leva ao subsolo onde encontram um novo ambiente que seria a sala de informática do Bunker, porém necessitam de ajuda para manipular o antigo equipamento.
É aí que entra em cena, Charlie.

 
Querida por muitos, nem tanto por outros, é justo ressaltar que sua presença foi útil e decisiva para o episódio já que além de ser peça-chave para o BackUp do computador antigo, ela é a responsável também por abrir os olhos de Dorothy em relação a seu pai que era muito mais do que um alienado por fantasia e livros como ela mesmo o retrata, mostrando-a que ele foi um grande letrado que deixou pistas em suas obras do paradeiro da filha, incorporada ao mundo de Oz por um feitiço da bruxa.

Não o bastante, a ruiva tembém se supera no confronto contra a Bruxa e não pensa duas vezes ao proteger Dean, atirando-se diante dele, sendo atingida e violentamente atirada ao chão e acabando sem vida, para o desespero de Dean.

 

Crowley, sempre bem-vindo em cena, é encontrado pela bruxa e nos brinda com seu sarcasmo e cinismo peculiares, bem como toda sua onipresença de jamais se rebaixar ainda que oprimido ao cárcere e a correntes, mas nunca indisposto a negociar.
Nosso eterno rei do inferno sempre faz os olhos brilharem (ou ficarem pretos) com seu carisma na tela.
Quando acreditávamos que não haveria mais protagonistas no episódio, no dinamismo da situação, Dean chama por Ezekiel que da o ar de sua graça se manifestando no corpo de Sam a pedido de Dean e salva Charlie com seu “Toque de Anjo”.
 

Ao ser encurralada pelos irmãos, a Bruxa usa seu “Toque” e os torna enfeitiçados a obedecerem suas ordens perseguindo Dorothy e Charlie que durante a tensão do momento, consegue soltar uma piada relâmpago: “Essa é sua voz de Batman?”
  

Enquanto Dorothy luta contra os irmãos enfeitiçados, a Bruxa, prestes a obter êxito em trazer as criaturas de Oz para o nosso mundo, é impedida por Charlie que usa os saltos mágicos do conto de Dorothy, quebrando o feitiço dos irmãos, prestes a matar Dorothy e impedindo que criaturas alcancem a passagem entre os mundos.
 

Eis que o episódio encerra com Charlie ao lado de Dorothy pela estrada dos tijolos amarelos em um final inusitado a caminho de Oz, divertido mas definitivamente um “final feliz” para a ruiva nerd-gênio e aspirante a Hunter.
  

A “Batcaverna” foi responsável por introduzir o Vovô paterno Winchester, o Golem, os Necromancers nazistas, representa o legado dos letrados e agora o tão merecido lar que os irmãos nunca tiveram.
Charlie irá retornar?
Qual serão as próxmas surpresas acerca de Crowley, Kevin, Cass e Abaddon?
Zeke está cada vez mais atuante na trama mesmo camuflado dentro de Sam, embora ele já esteja próximo de descobrir sua existência ao perguntar “Quem é Zeke?” a Dean.
Ezekiel ganhou créditos salvando a vida de Charlie, Castiel e Sam, o que não foi pouco. Porém o fato é que suas intervenções estão cada vez mais nebulosas, já que elas acabam se tornando sinônimos de escolhas a preços, levantando dúvidas acerca das intenções do “Anjo Bom-Soldado”…Mas não para Dean.
Continua nos próximos episódios…

Se você ainda não viu o Episódio 

 
 

Comentarios do Facebook

admin

admin

Prazer, somos Hunters! Estamos desde 2008 atualizando este site com o intuito de criar um acervo virtual da série Supernatural, com compartilhamento de arquivos de forma simples, grátis e original ao alcance de todos . Sejam bem-vindos!

1926 posts | 355 comments http://www.sobrenaturalbrazil.com.br

3 Comemtários

  1. Joyce Nunes says:

    Esse episódio foi bom assim como todos em que Felicia Day participou! Cara ela tem carisma e etc, amei muito esse episódio e realmente essa temporada veio com tudo.

  2. Anônimo says:

    Eu amo Charlie ela tem que voltar de OZ sim *.* Para mim sempre que ela aparece é mágico

  3. Anônimo says:

    Estou torcendo para que a ruiva não volte NUNCA MAIS!! Mina chata do kramba! Péssima atriz, péssima história. Sempre que a ruiva aparece acaba estragando o episódio, e consegue estragar até a atuação dos outros, dá vergonha de ver esses episódios. Essa temporada começou muito bem ressuscitando as "hunt trips", e o primeiro ponto baixo foi EXATAMENTE quando essa ruiva apareceu! pqp! É só ver a atuação do Crowley, nos momentos em que ele apareceu dá pra notar o contraste. 'Zeke' deveria ter deixado a Charlie morta mesmo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.