[Review] Comentando o episódio 9.08 – “Rock and a Hard Place” de Supernatural

Notícias
sábado, 30 novembro 2013 1141 Views 4 Comments
[Review] Comentando o episódio 9.08 – “Rock and a Hard Place” de Supernatural
Review Episódio 9.08: “A verdade (não) está lá fora, esta está ai dentro.”

Mais uma bala é deflagrada pela Colt de Supernatural denominada de “Rock and a Hard Place” ou (Entre a cruz e a espada). Supernatural vem reinventando seu próprio conceito de espisódio Filler, ou numa grosseira tradução adaptada para o “Brasilês”: Episódio “Tapa-Buraco”.
Fillers (Preenchedores) são os episódios alternativos que prenchem espaços e intervalos de uma trama principal em séries e em Supernatural vem conseguindo ao longo dos anos, trazer mais e mais Fillers que poderiam ser denominado de “Fullers” (Enchedor) pois vem somando e acrescentando mais do que preenchendo, graças a sua impecável equipe de escritores, diretores e Produtores, dentre os quais: Jeremy Carver e Bob Singer que continuam honrando com louvor a longevidade desta obra-prima criada por Eric Kripke.

Jenny Klein (Escritora do episódio)

 Neste episódio ótimo escrito por Jenny Klein (Foto), que também escreveu entre os mais recentes o excelente 8×10 Torn and Frayed (Onde Cass é dominado por Naomi e Sam e Dean se despedem de Amélia e Benny) continuamos a ser brindados com mais um Filler de qualidade, resgatando um pouco mais de humor e diversão também característicos da série.
Cenas do Episódio 8×10 – “Torn and Frayed”

  
Após uma introdução de Suspense onde uma garota é perseguida algo capaz de suspender um veículo para alcança-la emanar uma espécie de chama azul.

 
Na manhã seguinte,
Batman, digo Dean, acorda na Batcaverna (Bunker) e encontra Sam estirado
a mesa que não nos deixa esquecer que momentos a parte sua condição
ainda é preocupante.

 
Nesta cena, ainda que brevemente, Dean servindo-se de cereal a mesa me remeteu ao episódio 1×18 -Something Wicked, em que mostra ambos na infância enquanto John estava fora em suas caças.
Cereal era uma rara refeição para os garotos onde Dean cedeu e priorizou a última tigela ao irmãozinho no café da manhã e em troca, ganhou o brinde do pequenino Sammy… Emocionante.

 
   

A Xerife Jody Mills (Kim Rhodes) dá as caras novamente, contatando nossa dupla dinâmica para um caso de desaparecidos onde membros de uma espécie de congregação realizava terapias de auto preservação sexual onde onde o lema é: “Abstinencia nos purifica” e eles se tornariam virgens novamente.
Já Infiltrados na congregação da terapia purificadora, o nível de alienação de Bonnie (Lindy Booth) a coordenadora do grupo é retratado de forma fiel ao tom irônico que a temática sugere através de sua irritante e pueril voz em uma forçada simpatia para arrebatar mais ovelhas ao seu rebanho, eficaz aos incautos que são consumidos pela sua própria culpa.
Ao
assinarem como novos membros do grupo confesso que me despertaram certo
receio pois me remeteram a momentos em que assinar papéis sempre
representaram risco eminente.
Afinal, como dizia Azazel: “É muito inconveniente fazer negócios com Demonios”.
O Depoimento de Sammy em grupo nos faz relembrar vários episódios em que seus relacionamentos realmente nunca terminaram bem por serem sempre fadados a intervenção do Sobrenatural tais como envolver-se como a morte de Jéssica, envolvimento com mulheres demônios como Ruby e outras criaturas como a inesquecível bela e sexy Madison (Emmanuelle Vaugier), a Loba no episódio 2×18 – Heart.

O depoimento de Dean foi um momento a parte que também remeteu a vários momentos da série e nos lembrou em meio que apesar de toda tensão acerca da trama atual e seu acunho existencial, que o Winchester primogênito ainda é aquele que estávamos acostumados, Fã de Asiáticas peitudas, espertalhão e sempre pronto para dar o bote na menor oportunidade que fosse, provocando além da ebulição de estrogênios das mulheres presentes, boas risadas.

Confesso que tinha esperança que Dean fosse mal sucedido ao conseguir algo com Suzy (Susie Abromeit) a líder da reunião fugindo um pouco da veia de garanhão irresistível, mas depois vemos que o ato consumado se fez necessário para o avanço das investigações acerca do caso, além de nos divertir como “El Chico Mal” é claro.

Sam e Jody conseguem importantes pistas através das pesquisas que revelam que mais uma vez estávamos enganados (adoro ser surpreendido, aliás) ao imaginar que poderia ser um Dragão remanescente como no último caso de virgens em 6×12 Like a Virgin.
Desta vez trata-se de uma deusa Vesta que para sobreviver em tempos contemporâneos onde virgens encontram-se cada vez mais escassos, persuadia-os através da consciência a se tornarem virgens novamente, purificando-se gradativamente para servirem ao seu propósito.

Infelizmente a recaída de Dean e Suzy a líder do grupo que os fizeram quebrar os votos os tornaram as próximas vítimas do grupo, sendo levados ao local onde os desaparecidos eram mantidos enquanto Sam e a Xerife ligam os pontos sobre a seleção dos desaparecidos e percebem que Dean e Suzy serão os próximos já que a demora de ambos só poderia significar uma coisa…
Durante a tentativa de resgate dos encarcerados por Bonnie, a mesma surge e domina Sam e Jody e deixa de lado até seu meigo tom de voz e revela que conversão dos virgens renascidos trata-se de uma espécie de ritual de purificação para que ela absorva a energia do fígado dos mesmos.
Isso mesmo, do fígado que ela mesma afirma ser a única fonte aproveitável de nossa espécie já que o mesmo é o agente metabólico que purifica o corpo que estragaram.
Também é nesse momento que a atriz Lindy Booth a se impõe em cena e evidencia bem o rancor pelo insulto de relegar-se a condição de sobreviver dessa maneira.
Eis que ao tentar drenar o fígado de Sammy, ela não obtem sucesso e se espanta nos dando surpreendentes declarações:
O que é você??? Como pode estar vivo se você está remendado com fita e pregos?” e Jody acaba com a Vesta, antes que ela possa prosseguir.
A relevância de tudo o que presenciamos desde os primeiros minutos da película culminam neste inesperado momento em que Sammy se aproxima a milímetros da verdade que desta vez, não está La fora….
Ao fim, Sammy começa a ter certeza de algo possa estar muito errado consigo (novamente) e ao ver seu irmão mais uma vez culpando-se, Dean decide contar que não há nada de errado consigo que seja proveniente de sua natureza danificada:
Não é você, Sam.”

   

Subitamente, os olhos de Sammy se tornam azuis e Ezekiel se manifesta inesperadamente impedindo que Dean prossiga e conte a verdade ao irmão: “Eu não faria isso, Dean”.
Declarou o anjo afirmando que Sam ainda não está pronto e que se rejeita-lo, não conseguirá sobreviver, prometendo a Dean que não vai demorar muito mais tempo para que ele possa contar a verdade a Sammy quando Dean afirma que Sam merece saber.
Foi revigorante ver que Dean sentiu que a necessidade de abrir o jogo para o irmão era maior do que a necessidade de manter o segredo, ainda que com o risco eminente da que a revelação traria.
É de fato Impossível não temer pelos ainda desconhecidos, planos do Anjo, Mas ainda não há como afirmar que sejam ruins já que Jeremy Carver e Bob Singer são mestres em conduzir a linha tênue entre a certeza e a dúvida, como fizeram com Benny na temporada anterior, onde até metade da trama a lealdade e confiança do nosso vampiro camarada não era 100% certa, embora minha intuição já afirmasse que sim.

É preciso lembrar também que Ezekiel sempre deixou claro que quanto mais utilizasse seus poderes, mais interferiria no processo de cura de Sam e além do mais, a trama esta consistente, intricada e surpreendente demais para uma revelação tão previsível quanto a malevolência do anjo, especialmente pelo fato que até então, os indícios nunca são conclusivos.
Ainda torço para que Ezekiel seja de fato um aliado como Benny e Golem se mostraram outrora, mas farejo surpresa inesperadas adiante.
Estejam a vontade para comentar, suas opiniões são bem-vindas.
Continua nos próximos episódios…

Se você ainda não viu o Episódio 
 
 
Comentarios do Facebook

admin

admin

Prazer, somos Hunters! Estamos desde 2008 atualizando este site com o intuito de criar um acervo virtual da série Supernatural, com compartilhamento de arquivos de forma simples, grátis e original ao alcance de todos . Sejam bem-vindos!

1926 posts | 355 comments http://www.sobrenaturalbrazil.com.br

4 Comemtários

  1. Jean says:

    Gostei muito do review! Ficou bem legal! Você escreve bem, e gostei dos links que você fez com os outros episódios. Não tinha pensado naquela do cereal.

    Um outro detalhe interessante (e inútil) é que essa é a primeira vez que vemos as assinaturas de Sam e Dean. É provável que Jared e Jensen tiveram que inventar assinaturas exclusivamente para os personagens.

    Pode ser algo sem importância para a trama, mas ajuda a humanizar os nossos heróis.

    Abraços!

  2. Adorei o post. Eu torço para que o Zeke seja aliado também mas algo me diz que ele tem outras intenções…

  3. Adorei o post. Eu torço para que o Zeke seja um aliado também mas algo me diz que ele tem outras intenções…

  4. admin admin says:

    Obrigado Denise. Fico contente que tenha gostado. Procurei adicionar alguns detalhes na review como a escritora desse episódio. 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.